Fé sem ações é fé morta!

Anúncios

O que eu penso sobre ter fé em Deus se baseia em Tiago 2.14-26.

Nem sempre eu pude ajudar financeiramente as pessoas, ou podia e não sabia, ou me faltava fé.

Com passar dos anos eu comecei entender que dizer: “Deus te abençoe!” sem eu ter uma ação para com esta pessoa é o mesmo que nada. Eu aprendi que amar é ter ação, que Deus usa pessoas para abençoar pessoas.

Vamos ao que é dito em Tiago apenas como referência, porque podemos ver isso em toda a Bíblia. “E, se o irmão ou irmã estiverem nus, e tiverem falta de mantimento quotidiano, E algum de vós lhes disser: Ide em paz, aquentai-vos, e fartai-vos; e não lhes derdes as coisas necessárias para o corpo, que proveito virá dai?”

Que lição podemos tirar? Que esta coisa de Deus te abençoe sem uma ação é uma fé morta.

Vou orar por você! Vamos orar por fulano(a), beltrano(a) e/ou ciclano(a).

Deus vai agir!
Vocês vão sair “dessa prova!”.
Tenha fé!
Confie em Deus!
Vamos fazer uma campanha!
Aparece na campanha X e Y que Deus irá te abençoar.

Então orar, confiar em Deus etc é mau? De maneira alguma, devemos orar, confiar em Deus sim! Mas devemos está preparado para viver como Lázaro, sim, o Lázaro da parábola “O Rico e Lázaro”. Se tivermos dispostas a servir a Deus só na bonança que amor é este para com Deus? E o que falar de Jô? Homem íntegro e mesmo assim perdeu tudo.

O que nos falta é uma junção entre fé e obras!

Devemos ter obras para ser salvos? Não, devemos ter obras por sermos salvos.

Quando eu disse que provavelmente eu podia ajudar e não sabia eu me baseio na história de Obadias no antigo testamento onde um homem se endivida para sustentar alguns profeta e livrá-los da morte se é que é a mesma pessoa que se conta mais para frente sobre a viúva que estava para perder seus filhos (pelo menos de acordo com o historiador Flavio Josefo é). Mas é real que Obadias livrou vários profetas da morte sustentando-os com pão e água e escondendo-os de Jezabel.

A verdade que escolhemos nossa própria sorte, pois da lei da semeadura ninguém escapa, embora a misericórdia de Deus é grande, o suficiente para que algumas dessas sementes se percam e não colhemos todos os maus frutos que plantamos, e a graça dele nos faz também aproveitar frutos de outros.

Porém uma coisa é certa segundo o antigo testamente, nunca faltará pobre no meio de ti, ou segundo Jesus: Os pobres estão sempre com vocês.

Anúncios

Quando eu pensava que podia ajudar eu estava lá ajudando, quando eu pensava que não podia ajudar, hoje eu acredito que me faltou amor.

Recentemente uma pessoa esteve em minha casa ao ver nossas cobertas a pessoa saiu dizendo: Deus vai abençoar vocês! Deus proverá! Alguns dias depois esta pessoa diz que iria nos visitar e passar o dia em nossa casa. E de fato ela veio e alguns dias antes ela já tinha trago um coberto que era de uso dela e neste dia ela veio com novos cobertores, algumas meias para ajudar passar o frio e luva para minha filha.

Fiquei muito emocionado vendo o cuidado de Deus por nós, é verdade que eu lembrei dos bons frutos que plantei, por outro lado eu me lembrei de minhas falhas por não ajudar X ou Y, pois esta pessoa estava me ajudando, mas provavelmente deixando de pagar alguma conta para isso, pois embora não sei totalmente sobre a vida dela, sei que não está tão excelente assim para ajudar alguém, inclusive recentemente ela contou sobre uma dívida de cartão que ela tinha renegociada.

Parece que as pessoas que se deixam realmente ser usadas por Deus são as viúvas que estão para perder os filhos, ou que a única coisa que tem é um pouco de azeite para fazer o último bolo e morrer, ou as duas últimas moedinhas ou os “samaritanos”. Enquanto eu escrevi este texto, pessoa de quem eu falava estava no varejão comprando algumas frutas para trazer para nós.

Por outro lado, vi mães pedindo socorro aos filhos para que pagassem uma enfermeira para ela, e os filhos dizendo que não tinham condições e é lamentável pois poderiam vender apenas um dos terrenos e sustentar a senhora mãe deles por anos e anos e mesmo assim eles continuariam com uma vida boa.

Talvez seja este o motivo que Jesus disse que tão dificilmente os ricos entrarão no reino dos céus, ora a palavra é clara: “Mas se alguém tem dinheiro suficiente para viver bem e vê um irmão passando necessidade, mas não mostra nenhuma compaixão, como o amor de Deus pode estar nele?

Esta mesma pessoa chega a dizer que nos ama, mas nunca demonstrou isso. AH! Você fala isso porque pessoa nunca te ajudou? Não, pelo contrário, já nos ajudou sim, só nunca me pareceu que o fez com amor, porque quem ama não iria atrapalha que outras pessoas ajudem, e é o que esta pessoa já fez, já atrapalhou que outras pessoas ajudassem.

Certa vez uma pessoa faria uma compra para nós, e esta pessoa impediu que isso acontecesse.

Não é o dizer que amamos que é o necessário, é preciso ter ação, finalizo com 1 João:

Filhinhos, vamos parar de somente falar que amamos uns aos outros; vamos mostrar isso pelas nossas ações.

Estou legislando em causa própria? Você pode entender isso, mas só está recaindo sobre mim as minhas falhas ao dizer para algumas pessoas: se precisar de mim no que eu poder ajudar eu estou aqui, em vez de ir lá, pegar a pessoa colocar no carro e levar no médico, sim aquela pessoa que eu digo que amo tanto e hoje mal consegue andar, se talvez eu tivesse até tomado uma ação de ir em vez de dizer que eu estou aqui, talvez esta pessoa não estaria nas condições que está hoje.

Deus estava com Elias na caverna e não fora dela, se somos filhos de Deus, devemos aprender o mesmo.

Que Deus tenha misericórdia de nós e nos dê graça para entender o que é amar e seguir os bons exemplos!

Como tratar o próximo!

Pedro foi a única pessoa que teve Jesus morando em sua casa, o único que andou sobre as águas, teve o privilégio de ver Jesus glorificado no monte da transfiguração.

Mas quando Jesus mais precisou de Pedro, Pedro simplesmente nega a Jesus por 3 vezes, Pedro chega a chamar Jesus de mentiroso ao dizer que ainda que todos o negasse ele não o negaria.

Como Jesus tratou tudo isso que Pedro fez?

Jesus fez um banquete na praia para Pedro e o confrontou com uma pergunta por 3 vezes:
Pedro tu me amas?

Pedro saiu transformado, depois disso foi pregar a multidões.

Jesus nos ensinou a tratar o próximo com graça, mesmo que este nos decepcione.

Você é um Cristão? Cristão como gosto de lembrar sempre é: Um pequeno Cristo, então trate seu próximo como Jesus trataria.

Dai-lhes vós de comer.

Despede-os, para que vão aos lugares e aldeias circunvizinhas, e comprem pão para si; porque não têm que comer.
Ele (Jesus), porém, respondendo, lhes disse: Dai-lhes vós de comer. E eles disseram-lhe: Iremos nós, e compraremos duzentos dinheiros de pão para lhes darmos de comer?

Uma coisa tem me incomodado muito no meio dos que se dizem cristãos, sejam pastores ou não, sejam líderes ou não.
A atitude de querer despedir as pessoas para se virarem por conta própria para seu alimento, para conseguir restaurar o casamento, para melhorar seus caminhos, é muito comum, os discípulos de Jesus faziam assim, e estamos seguindo os passos de Jesus ou fazendo o mesmo que os discípulos faziam?
Que atitudes estamos tomando ao ver nosso irmão necessitado?
Não estou falando que devemos sair distribuindo alimentos para toda e qualquer pessoa, mas para suprir-los nas necessidades deles, mas o que fazemos?
Oramos por eles e deixamos ele se virarem sozinhos, dizemos para eles terem fé que Deus vai resolver, que precisam orar mais, mas não foi isso que Jesus ensinou, Jesus ensinou que devemos dá o que comer. Dá a quem te pedi. “Mas se alguém que se considerar cristão possui dinheiro suficiente para viver bem, e vendo um irmão em necessidade e não o ajudar – como é que o amor de Deus pode estar nele?”.
Os discípulos estavam olhando para as dificuldades “Iremos nós, e compraremos duzentos dinheiros de pão para lhes darmos de comer?” Em outras palavras, gastaremos uma fortuna com eles? Do nosso bolso? A resposta de Jesus é: Não, dá o que tem o milagre para dá para todos é por minha conta.

Depois dessa primeira multiplicação onde Jesus multiplicou o pouco que eles tinham para distribuir com a multidão, os discípulos parecem que não entenderam a lição de dividir o que tem, seja pouco ou não. Veja o que acontece um pouco depois disso:

“NAQUELES dias, havendo uma grande multidão, e não tendo quê comer, Jesus chamou a si os seus discípulos, e disse-lhes:
Tenho compaixão da multidão, porque há já três dias que estão comigo, e não têm quê comer.
E, se os deixar ir em jejum, para suas casas, desfalecerão no caminho, porque alguns deles vieram de longe.
E os seus discípulos responderam-lhe: De onde poderá alguém satisfazê-los de pão aqui no deserto?
E perguntou-lhes: Quantos pães tendes? E disseram-lhe: Sete.
E ordenou à multidão que se assentasse no chão. E, tomando os sete pães, e tendo dado graças, partiu-os, e deu-os aos seus discípulos, para que os pusessem diante deles, e puseram-nos diante da multidão.
Tinham também alguns peixinhos; e, tendo dado graças, ordenou que também lhos pusessem diante.
E comeram, e saciaram-se; e dos pedaços que sobejaram levantaram sete cestos.
E os que comeram eram quase quatro mil; e despediu-os.” Marcos 8.1-9

Novamente Jesus ensina que o milagre é por conta de Jesus, a fé é você que precisa ter, e é você que tem que ajudar seu próximo financeiramente, ajudá-lo nas necessidades e fraqueza e não despedir após uma oração dizendo para a pessoa ter fé.

Por que nos intitulamos Cristãos se não seguimos os passos de Jesus? Ora Cristão é ser um pequeno Cristo, quais os passos que Jesus seguiria?

Por outro lado, lembre-se: Não é fazendo caridade que você vai para o céu, não é a caridade que te garante a salvação, somos salvos pela graça, mas se somos salvos, então fazemos boas obras por ser salvos e não para ser salvos.

Agora se você não está seguindo os passos de Jesus aonde você vai parar?
Os passos de Jesus o leva para os braços dele, se não está seguindo estes passo, que caminho você está indo?

9 – Coisas que todo Cristão deva saber

Antes de mais nada, sou cristão, fui professor de escola dominical, mas parei para poder dá atenção para minha família, família vem antes da igreja, família só não vem antes de Deus.

1 – Família deva vir antes da igreja, só não antes de Deus, mas isso é complexo, pois fazer o bem para a família é algo agradável a Deus.
2 – Não confunda fazer a obra de Deus com ter atividades na igreja, uma coisa é ter atividades na igreja, outra é fazer a obra de Deus, a vontade de Deus é que amemos ele acima de tudo e ao próximo como a nós mesmo.
3 – O evangelho de cristo é simples, mas a religião complica ele.
4 – Nunca aceite nada que alguém fale (inclusive eu), certifique de ler a bíblia para tirar suas conclusões.
5 – Acredite, não existe igreja perfeita, ela é feita de humanos, seu pastor não sabe tudo, ele é humano.
6 – Existem convicções que eu e você tem, mas que no final vamos descobrir que estávamos errados, mesmo que estávamos cheios de certeza que estávamos corretos, uma coisa ou outra vamos descobrir que estávamos errados, ninguém sabe tudo.
7 – Não seremos salvos porque sabemos que isso e aquilo é dessa forma, mas pela graça de Deus, no último momento de vida, quando formos arrebatados ou morrer, em resumo quando formos para a glória com Cristo, seremos tão indigno da salvação quanto éramos quando aceitamos Jesus, não merecemos, só o Sangue de Jesus que nos faz merecedor, sem este sangue, sem salvação.
8 – Não limite seus conhecimentos ao que é pregado na igreja, tem muita coisa errada que pregamos, na igreja tem muito de culpar o diabo, a pessoa faz coisa errada e falam que ela está endemoniada (pode ser que esteja, mas nem sempre).
9 – Pedro servia a Jesus, mas foi usado pelo Diabo, não quer dizer que não seja servo de Cristo quem peca ou faz alguma coisa errada, quer dizer que ele falhou e deixou ser usado, ou fez por conta própria. Somos pecadores, pecados, não vivemos em estado de pecado, mas pecamos.

Finalizo com um texto que um amigo (Leonardo Novais) postou no Facebook:

A frase: “Em coisas essenciais, unidade; nas não-essenciais, liberdade; em todas as coisas, caridade”, proferida por Rupert Meldenius e citada por Richard Baxter, e estava tentando encontrá-la, mas sem sucesso.
Esta frase resume meu posicionamento à respeito das diferenças teológicas existentes entre as diversas denominações religiosas.
Traduzindo, as questões que são fundamentais para a salvação, como o fato de crermos que Jesus é o filho de Deus que veio libertar os cativos e oprimidos; no fato de que não acreditamos que exista outro caminho para o Pai a não ser Jesus, devemos ter UNIDADE; nas questões classificadas por “não essenciais”, podemos ter liberdade, OU SEJA, podemos crer nas diversas “TEORIAS” que existem, como é o caso do pré, midi ou pós tribulacionistas, o tipo de batismo correto, dentre outras e para finalizar, em TODAS AS COISAS, devemos ter amor.
Como acadêmico e professor, não posso aceitar alguém ser dono da verdade e criticar “X”, “Y” ou “Z”, por acreditar em uma teoria ou outra, pois o campo da discussão e aprendizado é fértil.
Aprendamos a ouvir e respeitar uns aos outros.

 

Qual o sentido da humanidade? Por que Deus criou o ser humano?

Eu sempre me fiz a pergunta: Por que Deus criou o homem?
A igreja diz que é para louvar a Deus, e também diz que é para a glória de Deus (bom, precisamos entender o que é glória de Deus e o que é louvá-lo).
Eu não posso concordar que Deus criou o homem para simplesmente louvá-lo.
Eu não consigo ver um Deus precisando de alguém, ou Deus carente de louvor, até porque os anjos já existiam não? Então Deus já tinha quem o louvava certo?
Será que Deus era tão carente que precisava de mais pessoas para louvá-lo? Não, não é isso eu que acredito.
Então não devemos adorar ou louvar a Deus? Não estou dizendo isso, continue lendo.
A Bíblia diz que tudo foi feito por ele e para ele, isso não me diz que Deus estava carente de louvor, em apocalipse diz “porque todas as coisas tu criaste, sim, por causa da tua vontade vieram a existir e foram criadas”, Deus teve vontade de nós criar e criou-nos.
Em Gênesis diz: Façamos o homem, a nossa imagem e a nossa semelhança. Isso não quer dizer que Deus tem mãos e pés, isso quer dizer que nós podemos decidir o que fazemos, pensar e agir por nós mesmo.
Pense em você: A menos que você faça parte de alguns que não gostam de ninguém que não tem prazer em fazer nada, você tem prazer em fazer algo, realizar algo e compartilhar com um amigo, certo?
Eu só cheguei a uma conclusão: Deus é uma PESSOA (não estou falando de carne e osso), e como tal, ele é feliz, amoroso, cheio de criatividade, afinal ele criou tudo que existe, e em algum momento ele resolve que gostaria de compartilhar com alguém tudo que ele é, tudo que ele faz, mas ele não para por ai, ele decidi compartilhar com alguém como ele que possa agir por si, pensar por si, e tomar suas decisões se quer ou não o que Deus tem a oferecer, e Deus cria o homem, a sua imagem o cria.
Então não precisamos adorá-lo? Não precisamos louvá-lo?
Você já viu um carro andar sem combustível/energia?
Já viu uma lampada acender sem energia/combustível?
De alguma forma tudo que é feito precisa de energia ou algo que transforma em energia para que isso se movimente, e como diz Jesus: Sem mim nada podeis fazer.
Fomos criados para desfrutar do que Deus é, Jesus nesta terra disse: Para que eles sejam um em mim, assim como nós somos um. E a única maneira de desfrutar de Deus é nos chegarmos a ele em adoração e louvor.
Ainda nas palavras de Jesus: Pai, Eu desejo que os que me deste estejam comigo onde Eu estou e contemplem a minha glória, a glória que me outorgaste porque me amaste antes da criação do mundo.
Estas palavras de Jesus eu concluo que fomos criados para compartilhar da Glória de Deus.
E para finalizar recomendo a leitura do capítulo 17 de João.

Deus quer que sejamos marionetes nas mãos dele?

Quando vejo cristãos para tudo dizer para orar para ver se é a vontade de Deus, eu fico imaginando se é isso que Deus quer, que sejamos marionetes, ou que vivamos e sejamos responsáveis pelos nossos atos.

Quando eu leio: “Deleita-te também no SENHOR, e te concederá os desejos do teu coração.” Eu entendo que é o meu desejo que ele vai me conceder, isso me faz pensar se Deus é representado como a figura de um pai, eu penso que um pai não fica controlando ação por ação dos filhos, mas que orienta os filhos a fazer suas escolhas sabendo que terá consequências, sobre tudo que os filhos sejam felizes.

Estou dizendo que não é para orar? Jamais diria isso, eu diria que o crente deve orar o tempo todo, mas deixar de fazer algo que não seja pecado porque Deus não responde?
Deixar de viajar, mudar de cidade sem Deus dizer nada, você precisa orar para Deus permitir?
É pecado mudar de cidade?
Deus não respondi pq? Será que ele não quer que sejamos responsáveis por nossas ações?
Será que Deus quer nos controlar passo a passo ou ele quer o melhor para nós?

Vamos refletir mais no que Deus quer de nós?

Tudo sucede igualmente a todos!

Eu estou cada dia mais certo que não adianta ser sábio, não adianta ser o melhor, você vai depender da “sorte”. Assutado?

Vamos a alguns versículos

“Tudo sucede igualmente a todos; o mesmo sucede ao justo e ao ímpio, ao bom e ao puro, como ao impuro; assim ao que sacrifica como ao que não sacrifica; assim ao bom como ao pecador; ao que jura como ao que teme o juramento.” Eclesiastes 9.2, e o Salomão foi muito sábio ao observar que “… não é dos ligeiros a carreira, nem dos fortes a batalha, nem tampouco dos sábios o pão, nem tampouco dos prudentes as riquezas, nem tampouco dos entendidos o favor, mas que o tempo e a oportunidade ocorrem a todos.” Eclesiastes 9.11
Continue lendo

Pokémon GO é do demônio?

Amados irmãos, ditos Cristãos, Pokémon Go é do demônio?

Bem não há nada neste no mundo que possa ser de demônios.
Deus fez o mundo, o homem, os animais, o homem por sua vez tem a ciência de criar coisas, e ao criar estas coisas ele tem suas opções, consagrar a Deus ou a demônio, ou simplesmente ignorar a existência de ambos.

Se Pokémon GO é consagrado ou não há demônios eu não sei, e não me importo se é ou não é, até porque eu não jogo, nem tenho interesse em conhecer, nem de instalar isso no meu telefone. Mas você já parou para pensar que o arroz, feijão etc que você come pode ser consagrado a demônios? O que quero dizer com isso? Devemos parar de comer? De maneira nenhuma. “Assim que, quanto ao comer das coisas sacrificadas aos ídolos, sabemos que o ídolo nada é no mundo, e que não há outro Deus, senão um só.” I Coríntios 8.4. Um ídolo, demônio, nada é, não existe outro Deus, portanto qualquer coisa que façamos, façamos para a glória de Deus. “Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para glória de Deus.” I Coríntios 10.31. E para finalizar recomendo a leitura de I Coríntios 10.23-33 “Façam Tudo para a Glória de Deus”

Vale lembrar “Nós sabemos que somos de Deus, e que o mundo inteiro está debaixo do poder do Maligno.” I João 5.19

Deus e a matemática!

As semelhanças de Deus e a matemática.
A matemática é exata, Deus também.
Você não consegue poupar números, nem a lógica da matemática, assim como você não pode também ver Deus nem tocar nele.
Você sabendo matemática ou não, ela existe, você acreditando em Deus ou não, ele existe.
Se você conhece ou não a matemática ela existe, se você conhece ou não a Deus ele existe.
Para alguns a matemática não entra na cabeça de jeito algum, assim como para alguns Deus não existe.
E termino com:

Impossível provar que Deus existe, assim como também é impossível provar que ele não existe!