Arquivo mensais:novembro 2017

Como tratar o próximo!

Anúncios

Pedro foi a única pessoa que teve Jesus morando em sua casa, o único que andou sobre as águas, teve o privilégio de ver Jesus glorificado no monte da transfiguração.

Mas quando Jesus mais precisou de Pedro, Pedro simplesmente nega a Jesus por 3 vezes, Pedro chega a chamar Jesus de mentiroso ao dizer que ainda que todos o negasse ele não o negaria.

Como Jesus tratou tudo isso que Pedro fez?

Jesus fez um banquete na praia para Pedro e o confrontou com uma pergunta por 3 vezes:
Pedro tu me amas?

Pedro saiu transformado, depois disso foi pregar a multidões.

Jesus nos ensinou a tratar o próximo com graça, mesmo que este nos decepcione.

Você é um Cristão? Cristão como gosto de lembrar sempre é: Um pequeno Cristo, então trate seu próximo como Jesus trataria.

Dai-lhes vós de comer.

Anúncios

Despede-os, para que vão aos lugares e aldeias circunvizinhas, e comprem pão para si; porque não têm que comer.
Ele (Jesus), porém, respondendo, lhes disse: Dai-lhes vós de comer. E eles disseram-lhe: Iremos nós, e compraremos duzentos dinheiros de pão para lhes darmos de comer?

Uma coisa tem me incomodado muito no meio dos que se dizem cristãos, sejam pastores ou não, sejam líderes ou não.
A atitude de querer despedir as pessoas para se virarem por conta própria para seu alimento, para conseguir restaurar o casamento, para melhorar seus caminhos, é muito comum, os discípulos de Jesus faziam assim, e estamos seguindo os passos de Jesus ou fazendo o mesmo que os discípulos faziam?
Que atitudes estamos tomando ao ver nosso irmão necessitado?
Não estou falando que devemos sair distribuindo alimentos para toda e qualquer pessoa, mas para suprir-los nas necessidades deles, mas o que fazemos?
Oramos por eles e deixamos ele se virarem sozinhos, dizemos para eles terem fé que Deus vai resolver, que precisam orar mais, mas não foi isso que Jesus ensinou, Jesus ensinou que devemos dá o que comer. Dá a quem te pedi. “Mas se alguém que se considerar cristão possui dinheiro suficiente para viver bem, e vendo um irmão em necessidade e não o ajudar – como é que o amor de Deus pode estar nele?”.
Os discípulos estavam olhando para as dificuldades “Iremos nós, e compraremos duzentos dinheiros de pão para lhes darmos de comer?” Em outras palavras, gastaremos uma fortuna com eles? Do nosso bolso? A resposta de Jesus é: Não, dá o que tem o milagre para dá para todos é por minha conta.

Depois dessa primeira multiplicação onde Jesus multiplicou o pouco que eles tinham para distribuir com a multidão, os discípulos parecem que não entenderam a lição de dividir o que tem, seja pouco ou não. Veja o que acontece um pouco depois disso:

“NAQUELES dias, havendo uma grande multidão, e não tendo quê comer, Jesus chamou a si os seus discípulos, e disse-lhes:
Tenho compaixão da multidão, porque há já três dias que estão comigo, e não têm quê comer.
E, se os deixar ir em jejum, para suas casas, desfalecerão no caminho, porque alguns deles vieram de longe.
E os seus discípulos responderam-lhe: De onde poderá alguém satisfazê-los de pão aqui no deserto?
E perguntou-lhes: Quantos pães tendes? E disseram-lhe: Sete.
E ordenou à multidão que se assentasse no chão. E, tomando os sete pães, e tendo dado graças, partiu-os, e deu-os aos seus discípulos, para que os pusessem diante deles, e puseram-nos diante da multidão.
Tinham também alguns peixinhos; e, tendo dado graças, ordenou que também lhos pusessem diante.
E comeram, e saciaram-se; e dos pedaços que sobejaram levantaram sete cestos.
E os que comeram eram quase quatro mil; e despediu-os.” Marcos 8.1-9

Novamente Jesus ensina que o milagre é por conta de Jesus, a fé é você que precisa ter, e é você que tem que ajudar seu próximo financeiramente, ajudá-lo nas necessidades e fraqueza e não despedir após uma oração dizendo para a pessoa ter fé.

Por que nos intitulamos Cristãos se não seguimos os passos de Jesus? Ora Cristão é ser um pequeno Cristo, quais os passos que Jesus seguiria?

Por outro lado, lembre-se: Não é fazendo caridade que você vai para o céu, não é a caridade que te garante a salvação, somos salvos pela graça, mas se somos salvos, então fazemos boas obras por ser salvos e não para ser salvos.

Agora se você não está seguindo os passos de Jesus aonde você vai parar?
Os passos de Jesus o leva para os braços dele, se não está seguindo estes passo, que caminho você está indo?